segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Ônibus nosso de cada dia









A cidade de Macapá tem 407.023 habitantes segundo o censo do IBGE de 2011. A cidade comporta hoje 110.232 veículos automotores pequenos, segundo a lista de estado do Brasil por frota de veículos - DENATRAN - frota de 2012, seguido por uma frota de aproximadamente 128 ônibus, transportando em media de 90 mil pessoas por dia, ou seja, são poucos ônibus para suprir a necessidade das pessoas que se deslocam para ir ao trabalho e a escola.
Todos os dias nós dependemos desse meio de transporte. No tocante, compete lembrar que o município de Macapá tem uma das tarifas mais elevadas do país, a 18 (decima oitava), ou seja, a cidade é tão pequena e os serviços de transporte público são tão precários que a viagem não vale o que é cobrada.  A população que depende desse recurso para se deslocar, por exemplo, ali ao Centro da cidade, tem que enfrentar grandes problemas como: ônibus lotado, sucateados, cobradores e motoristas mal humorados, trânsitos engarrafados sem falar, dos constantes acidentes que ocorrem nas ruas.
Como a cidade tem apenas três saídas, uma pela Rua Tranquedo Neves que se junta a BR-156 para ter acesso aos bairros da Zona Norte da cidade, Rod. Duca Serra que se estende até Rod. AP 20 que liga Macapá à Santana numa extremidade e na outra a BR-156 e a Rod. JK (Juscelino Kubitschek) que se estende até o município de Santana. Porém, quando ocorre um acidente num desses 3 (três) vetores de trânsito ocorre imensos engarrafamentos. E as pessoas que ficam dentro dos coletivos, dependendo do horário, sofrem com a lotação.           

Nenhum comentário:

Postar um comentário